segunda-feira, 23 de abril de 2018

DIA 23 de abril - Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor

O Dia Mundial do Livro celebra as liberdades que tornam os livros possíveis - UNESCO

"A 23 de abril de 1616 perderam-se dois gigantes da literatura mundial, dois precursores cuja obra revolucionaria o estilo de escrita e de conceção da criação literária: Cervantes e Shakespeare. Esta coincidência é a razão pela qual o dia 23 de abril foi escolhido para celebrar o Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor."

Ao evocarmos este dia pretendemos não só promover o prazer da leitura, mas também o respeito pelos livros e pelos seus autores.​


Para a diretora-geral da UNESCO, Audrey Azoulay, a comemoração do Dia Mundial do Livro é a celebração "das liberdades que os tornam possíveis". 
Transcrevemos a sua mensagem profunda para este dia que nos remete para valores fundamentais da humanidade.

Quando celebramos livros, celebramos atividades - escrever, ler, traduzir, publicar - que contribuem para a realização humana. E celebramos, fundamentalmente, as liberdades que os tornam possíveis", como "a liberdade de expressão e a liberdade de publicar", e "essas são liberdades frágeis", alerta Audrey Azoulay, na sua primeira mensagem para o Dia Mundial do Livro.

São "liberdades negadas", hoje em dia, "quando escolas são atacadas e manuscritos e livros são destruídos", são liberdades postas em causa, "perante os muitos riscos" a que estão sujeitos os "direitos de autor e a diversidade cultural", escreve a diretora-geral da UNESCO, que recorda igualmente "as ameaças físicas que recaem sobre autores, jornalistas e editores, em muitos países".

"É nosso dever, então, em todos os lugares do mundo, proteger essas liberdades e promover a leitura e a escrita para combater o analfabetismo e a pobreza, fortalecer os fundamentos da paz e proteger as atividades relacionadas com a edição", prossegue a mensagem da UNESCO.




Em Portugal,  a Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas quis relacionar a noção de património com o valor cultural e intemporal do Livro e da Leitura, sendo que o livro encontra este valor  quando é lido e passado de geração em geração, de uma língua para outra língua, de um suporte para outro suporte de leitura.


http://www.dglb.pt/sites/DGLB/Portugues/noticiasEventos/Paginas/DIA-MUNDIAL-DO-LIVRO-2018.aspx


O cartaz deste ano está maravilhoso e baseia-se numa fotografia que a fotógrafa Luísa Ferreira concebeu no Arquivo Nacional Torre do Tombo, e pretende transmitir que um livro se com o tempo, espaço, língua, cultura, imagem, suporte, fotografia, escrita, mas também uma leitura e muitas leituras, prazer e fruição.



A equipa da biblioteca deseja boas leituras!

sexta-feira, 20 de abril de 2018

Histórias Coloridas - Educação Pré-Escolar

Atividade "Histórias Coloridas" com os alunos das turmas da educação pré-escolar de Santiago Maior.
Agradecemos o envolvimento e a participação ativa!



Histórias Coloridas - 1.º Ciclo


Com vista a promover o gosto pelo livro e pela leitura e o desenvolvimento das literacias, através da exploração de diferentes obras literárias, envolvendo dinâmicas de grupos associadas à descoberta de sensações, foi realizada a atividade "Histórias Coloridas", dinamizadas pela Animadora do Agrupamento em parceria com a Biblioteca Escolar. 





      


Agradecemos a participação das turmas do 3.º A, 3.º D, 3.º E, 4.º B, 4.º C e 4.º D.


Histórias Coloridas - 2.º Ciclo



Atividade "Histórias coloridas" com a participação da turma do 5.º F.


Percebendo a importância das palavras para comunicarmos e expressarmos os nossos sentimentos,  descobrindo novas sensações através de objetos com a associação a  obras e excertos de textos literários...


Obrigada pela participação!